[ editar artigo]

Quando a criança deve começar aprender a escrever?

Quando a criança deve começar aprender a escrever?

Fundamentos para a aquisição da linguagem escrita

Refletir sobre a educação da primeira infância é um desafio dentro da nossa realidade. Quando pensamos sobre o desenvolvimento da criança necessitamos considerar que ela é um ser único, atuante, competente e principalmente desejosa para se engajar no mundo.

Discutir sobre a aquisição da escrita, dentro deste contexto, é ter o cuidado e o respeito com a própria criança e com o seu desenvolvimento, tendo em vista de que esta é apenas uma das linguagens a ser desenvolvidas nas instituições dedicadas à educação. Há múltiplas linguagens, que assim como a linguagem escrita, precisam ser estimuladas dentro, e fora, do contexto educacional.

Com frequência observa-se uma ênfase muito grande desta atividade educativa nos anos iniciais da educação o que, por vezes, acontece em detrimento do desenvolvimento de outras atividades e habilidades também tão importantes quanto à escrita.

Perceber os anos iniciais da educação como um momento propício para o aprimoramento das relações da criança consigo mesma, com os outros e com a sua própria cultura é possibilitar e estabelecer um elo da criança com a sua realidade, permitindo-lhe concretizar e solidificar aprendizagens que vão além do ler e escrever.


Entender que neste período a criança é marcada pelo desenvolvimento de um corpo que emana desejos, sentimentos e necessidades é criar condições para o favorecimento de suas expressões subjetivas que permeiam as diversas linguagens. Bem como que reconhecer que este corpo também é movimento, é possibilitar a criança a se descobrir e redescobrir diariamente nas suas relações intra e interpessoais.

Mediar todas estas aprendizagens, que são fundamentais nos anos iniciais da educação, através do brincar, é algo que deveria estar intrínseco nas práticas das escolas voltadas à primeira infância, pois através do brincar a criança experiencia situações do seu viver e desenvolve a sua criatividade o que facilita o seu crescimento, os seus relacionamentos e a sua comunicação.

Portanto a aquisição da linguagem escrita é uma construção que depende de inúmeras outras habilidades que deverão ser estimuladas e fortalecidas anteriormente e no decorrer desta caminhada.

Por esta via, gradualmente, a criança perceberá a função social da escrita, com todas as suas representações, ou seja, ela compreenderá as utilidades da escrita como uma ferramenta que lhe auxiliará a interagir com o grupo social de que faz parte. Começará, aos poucos, a pensar nas possibilidades de escrita e desvendará os segredos do código linguístico com prazer e significado, apropriando-se deste conhecimento a seu favor. Uma educação com bases sólidas e bem conduzida é determinante para o sucesso desta trajetória.  

Nos próximos textos discutirei com vocês um pouco sobre cada uma destas linguagens tão importantes para o desenvolvimento da criança, transmitindo algumas dicas, que julgo importantes, tanto para a escola, como para mães, pais ou responsáveis, para estimularem a criança a ser protagonista de sua própria história.

  

 

 

Pedagoga
Psicóloga de crianças e pais
CRP - 08/20903
psico_karime@yahoo.com.br
(41) 99686-6727 | (41) 3338-9806

 

Comunidade Materna
Comunidade Materna
Comunidade Materna Seguir

Redação Comunidade Materna

Ler conteúdo completo
Indicados para você