[ editar artigo]

O que é Psicomotricidade Relacional?

O que é Psicomotricidade Relacional?

Psicomotricidade relacional é um método prático de trabalho. Por meio do brincar espontâneo, da maneira como a criança brinca, da linguagem do corpo, dos movimentos que ela faz dentro do espaço de brincar e pelo prazer de brincar é que ela encontrará novas formas de se relacionar, novas maneiras de resolver seus problemas e caminhar para crescer de forma saudável.

O trabalho na clínica é um trabalho terapêutico e tem como objetivo trabalhar as questões específicas da criança e sua família. Nesse caso, a terapia envolve orientação aos pais, visitas à escola, relatórios de observação e acompanhamento das questões que envolvem a criança e sua família ao longo de seu processo. O diferencial desse trabalho é que é um trabalho em grupo com crianças da mesma faixa etária.

Para brincar usamos alguns materiais clássicos da psicomotricidade relacional. São eles, bolas, arcos, cordas, bastões, caixas de papelão, tecidos, e jornal. Cada um deles tem um conteúdo simbólico e é com eles que a criança cria, imagina e coloca sua emoção e verdade no Brincar. 

É uma prática que permite à criança, ao jovem e ao adulto a expressão e superação de conflitos relacionais, interferindo de forma clara, preventiva e terapeuticamente, sobre o processo de desenvolvimento cognitivo, psicomotor, sócio-emocional, na medida em que estão diretamente vinculados a fatores psicoafetivos relacionais.


 

Conheça um pouco sobre o trabalho que faço em Curitiba no BeaBrincar

Facebook/beabrincar
@beabrincar

Comunidade Materna
Beatriz Cornelsen
Beatriz Cornelsen Seguir

Beatriz Cornelsen Boscardin é formada em Educação Física pela UFPR, Especialista em Psicomotricidade Relacional. É diplomada como supervisora em Psicomotricidade Relacional.

Ler conteúdo completo
Indicados para você