[ editar artigo]

Hight need baby: Como identificar um bebê hight need?

Hight need baby: Como identificar um bebê hight need?

O termo “Hight need baby” pode ser um tanto novo para muitas pessoas, entretanto, ele vem ganhando cada vez mais espaço. Esse termo foi cunhado por um pediatra norte-americano chamado William Sears.

Traduzindo o termo, ele significa “bebe de alta necessidade” e serve para denominar crianças que necessitam dos pais de uma forma mais intensa, ou seja, além do comum.

Sabe aquele bebê que chora muito, mesmo sem sintoma aparente, que quer colo o tempo inteiro, e dá a impressão de que não está nunca satisfeito? É possível então que esse bebê seja um Hight need baby” pois ele exige a atenção dos pais muito mais que outras crianças.

Ainda segundo a descrição do pediatra norte americano o bebê hight need tem como característica ser muito intenso, insatisfeito, chorão, hiperativo, dorme pouco, quer estar em contato ininterruptamente com a mãe e etc.

O que está por trás das necessidades do bebê hight need?

Antes de qualquer coisa é preciso ter certeza que o bebe é, de fato, um bebê hight need, afinal, cada criança é única e deve ser tratada como tal. Isso porque algumas realmente choram mais, mas isso não quer dizer que sejam um bebê de alta necessidade.

Então o alerta fica para que sempre se tenha muito cuidado antes de concluir que o bebê é Hight need baby. Isso porque pode acontecer, por exemplo, de a criança se encaixar no perfil da alta necessidade, porem isso pode estar associado a outros quadros.

Crianças com refluxo gástrico são um ótimo exemplo disso pois ficam agitadas, choram muito, querem colo e etc. outros fatores como separação do bebê com mãe quando volta ao trabalho e demais situações complicadas também podem desencadear o comportamento.

Mas afinal, o que esperar de um bebê hight need?

De acordo com o pediatra que inventou o termo, William Sears, alguns sintomas são bem comuns para todos os bebês hight need. Veja quais são esses sinais apresentados:

Algo muito comum nessas crianças é que se alimentem com muita frequência e parece que estão sempre querendo alguma coisa. É comum também que sejam imprevisíveis e que acordem bastante à noite. Vale lembrar que isso se aplica principalmente aos 3 primeiros meses de vida do bebê.

O conselho de William é que os pais avaliem as suas expectativas, pois é comum que esperem que o bebê durma toda a noite, que se alimente a cada três horas e assim por diante. Entretanto, nem sempre é isso que acontece e é preciso estar preparado para que a frustração não tome conta.

Entretanto, uma grande lição que precisa ser aprendida é que antes de tentar “diagnosticar” a criança, entender que é comum que ela chore, reclame, tenha uma fase difícil e tenha suas exigências, ainda mais quando são bebês que ainda não sabem se expressar. É preciso entender o momento!

Então, a paciência é fundamental, até mesmo para entender bem o que a criança necessita visto que algumas situações realmente os irrita e faz com que choram.

Também não confunda birra com bebê hight need, afinal, ir para o supermercado, se jogar no chão, gritar e chorar não tem nada a ver com isso.

Por fim, vale lembrar que assim como os adultos as crianças também têm gostos diferentes e personalidades únicas. Assim, as suas exigências mudam, até mesmo irmãos podem ter necessidades completamente diferenciadas.

Lembre-se então que não existe uma fórmula, nem para identificar um bebê hight need, nem para lidar com a situação. Entretanto, o mais importante é estar sempre atento à criança, à situação e ao momento pelo qual ela está passando.

Pronto! Agora você já sabe mais sobre o bebê hight need!

 

Comunidade Materna
Comunidade Materna
Comunidade Materna Seguir

Redação Comunidade Materna

Ler matéria completa
Indicados para você