[ editar artigo]

Dicas para escolher o carrinho do bebê

Dicas para escolher o carrinho do bebê

Escolher o carrinho do bebê parece uma tarefa fácil, mas quando chegamos à loja e nos deparamos com uma variedade enorme de modelos é que percebemos que a tarefa não é tão fácil quanto parece, então vamos tentar facilitar a sua escolha com dicas de pequenos detalhes que podem fazer a diferença e te ajudar escolher qual a melhor opção para você e seu bebê.

A primeira coisa que precisa ser observada antes de começar a escolha pelo carrinho é se ele possui o selo do Inmetro, o selo certifica que o produto foi testado e aprovado para ser usado pelas crianças com segurança.

Outro detalhe importante e que deve ser observado antes da escolha é o tamanho da porta malas do seu carro onde será transportado o carrinho. O carrinho pode ser bonito, mas também pode ser caro. Pode ser muito barato e não caber no porta-malas. Pode não ser tão barato assim, mas ser bem resistente.

Tipos de carrinhos 

1 - Os carrinhos que possuem uma variedade maior de preços e modelos são os tradicionais, portanto na hora da escolha observe a qualidade e por quanto tempo este carrinho será utilizado para que você possa avaliar o preço. Os carrinhos que reclinam quase totalmente podem ser usados desde o nascimento até os quatro anos de idade. Abra e feche o carrinho, veja se o manuseio é fácil, leve e se as rodas se deslocam facilmente, avalie se os acessórios com os quais ele vem são práticos e serão realmente necessários para o dia a dia. Uma opção muito boa são os carrinhos que tem encaixe para o bebê conforto (cadeirinha utilizada no carro até o bebê atingir 13 kg).

Travel System Mobi - Safety1st

2 – Com a base mais leve, estrutura para absorver choques e rodas maiores para absorver impactos, o carrinho de três rodas é ideal para os pais que adoram fazer cooper e caminhadas. Este modelo de carrinho costuma ser maior que um carrinho tradicional e é recomendado para crianças a partir do sexto mês. Eles também vêm com freios e cinto de segurança.


Carrinho Off Road TS - Infanti

3 – O carrinho duplo é uma boa opção para quem espera gêmeos ou tem irmãos com pouca diferença de idade, deve-se levar em conta tudo o que se observa na hora de comprar um carrinho tradicional. É importante verificar se vai caber no carro por se tratar de um carrinho maior, se ele vai passar pelas portas e entre os móveis da sua casa. A mãe pode optar pelo carrinho com duas cadeirinhas uma na frente da outra ou uma ao lado da outra.

A vantagem deste tipo de carrinho é que se a mãe for passear com os bebes e estiver sozinha consegue empurrar os dois filhos ao mesmo tempo. 

Carrinho Dana for 2 - Maxi-Cosi

 

4 – Os carrinhos de passeio, são carrinhos mais leves,  alguns tem o fechamento tipo guarda chuva e outros tem o fechamento pocket e podem ir até como bagagem de mão em viagens de avião. São excelentes opções para levar em viagens, pois são fáceis de fechar, leve para manusear e menores, não possuem inclinações de reclinio como os carrinhos tradicionais, observe se a cobertura é suficiente para proteger o bebê do sol.

Carrinho Micro - Safety 1st

 

Confira alguns acessórios que os carrinhos tradicionais oferecem:

  • Alça ou assento reversível: a alça ou assento que pode ser mudado para o lado inverso permitindo assim que você ande de frente, olhando para a criança.
  • Teto solar: facilita a visualização da criança olhando por cima quando a alça está na posição original.
  • Bandeja frontal: substituem as antigas barras de proteção, na bandeja, além de poder se colocar alguns brinquedos próprios para carrinho, pode ser usado para dar refeição enquanto está passeando.
  • Bandeja dos pais ou porta copos: é uma bandeja menor que fica presa na alça onde podem ser colocados os acessórios mais utilizados, como chupeta e toalhinha de boca, por exemplo, para não ter a necessidade de ficar toda hora mexendo na bolsa do bebê.
  • Rodas Grandes: quanto maior for à roda do carrinho, mais fácil é controlá-lo quando se anda sobre superfícies irregulares (grama, areia, cascalho, paralelepípedo, calçadas esburacadas, etc.) além da criança não sentir tanto o impacto.

Nunca se esqueça de usar o cinto de segurança do carrinho, ele é indispensável mesmo que para uma sonequinha.

 Mesmo que a criança esteja presa pelo cinto de segurança, jamais deixe-a sem a supervisão ativa de um adulto.

 Se você tiver alguma dica deixe registrada para que as mamães que estão iniciando possam compartilhar da sua experiência.

 Beijos e até!

Comunidade Materna
Comunidade Materna
Comunidade Materna Seguir

Redação Comunidade Materna

Ler conteúdo completo
Indicados para você