[ editar artigo]

Linguagem de Sinais: Como se comunicar com seu bebê antes que ele possa falar.

Linguagem de Sinais: Como se comunicar com seu bebê antes que ele possa falar.

Quando o bebê chora, nós pais praticamos a tentativa e erro até descobrir o que aflige o nosso filho. Um cenário comum na rotina das famílias, que pode ser facilitada através da linguagem de sinais.

Estudos científicos apontam que os bebês, antes de aprenderem a falar, são capazes de se comunicar por meio de gestos e sinais com bastante facilidade. Em especial, entre os seis e oito meses de idade.

O ensino da linguagem de sinais não deve começar a ser ensinado antes dos seis meses. Isso porque nessa fase os bebês ainda não têm a memória tão desenvolvida, o que os impedem de guardar os gestos. Além disso, falta a coordenação motora necessária. Vale destacar que a linguagem de sinais aqui citada não é para deficientes auditivos, mas, sim, para crianças que ainda não falam, mas falarão no futuro. 


Alguns benefícios e vantagens da prática da linguagem de sinais.


✔ Redução da frustração do bebê em tentar se comunicar;
✔ Maior facilidade para os pais entenderem o que o bebê quer e para se comunicarem com ele de maneira geral;
✔ Aumento da autoconfiança do bebê por conseguir se expressar;
✔ Enriquecimento do vínculo entre pais e filho;
✔ Estímulo para que a criança aprenda a falar mais cedo e tenha maior vocabulário;
✔ Melhora do desenvolvimento intelectual e emocional.

De acordo com um estudo do National Institute of Health, os bebês que aprendem a linguagem de sinais desenvolvem até mais rápido a linguagem oral do que os bebês que não praticam a linguagem de sinais.

O uso da linguagem de sinais deve ser feito de forma tranquila, respeitando o tempo da criança. A ideia central é que os pais digam a palavra ao mesmo tempo em que fazem o sinal sempre que possível, em diferentes circunstâncias. Dessa maneira, o bebê aprenderá com o som, com o sinal e a representação do que disseram. O processo deve ser o mais divertido possível, para ser uma experiência totalmente agradável para o bebê.

 


➛ Dica de Livro
 

A linguagem dos sinais pode ser bastante útil para você mamãe, para você papai, se comunicar com seu bebê antes que ele comece a falar as primeiras palavras. Um livro que pode te auxiliar nesse momento é "Sinais - A Linguagem do Bebê: Como se comunicar com seu bebê antes que ele possa falar".

 

 

A obra, lançada em 2003, foi escrita por Linda Acredolo e Susan Goodwyn, especialistas em desenvolvimento infantil, que descobriram os Sinais Infantis no ano de 1982.

Foram duas décadas de pesquisas e, através deste estudo, as autoras constataram que bebês cujos pais ensinam os Sinais Infantis aprendem a falar mais cedo, são menos mal-humorados, saem na frente no desenvolvimento intelectual, expressam melhor suas emoções e desenvolvem vínculos mais sólidos com os pais.

Os Sinais Infantis ajudam muito a entender a mente do seu bebê. Especialistas afirmam que todos os bebês têm potencial para aprender Sinais Infantis simples e fáceis de lembrar. Entre esses sinais, estão bater as pontas dos dedos para "mais" ou levá-los à boca para "fome". Isso diminuiu a ansiedade dos pais, que passam a observar claramente o que o bebê sente, precisa e pensa, mesmo antes que possa falar.

Gostou da dica?  O Livro está disponível na Amazon! Para comprar ou ver mais detalhes clique aqui!

 


E você, como tem se comunicado com o seu bebê? Já utilizou a linguagem de sinais? Se conhece algum livro, comente aqui embaixo. A sua história e a sua indicação podem ajudar outras pessoas 😉

Comunidade Materna
Ler conteúdo completo
Indicados para você