[ editar artigo]

Animais de estimação e os benefícios no desenvolvimento da criança

Animais de estimação e os benefícios no desenvolvimento da criança

Chega uma fase da infância em que toda criança começa a pedir um Pet, não é mesmo?  Segundo pesquisa, em muitos países, mais da metade dos lares tem um bichinho de estimação. É fato que os animais de estimação, especialmente alguns deles como os cachorrinhos, tem um amor incondicional, mas será que ter um bichinho de estimação faz realmente alguma diferença no desenvolvimento infantil?

A resposta é SIM!  Vamos descobrir juntos nesse artigo um pouco mais sobre os benefícios dos animais de estimação no desenvolvimento das crianças.

  • Senso de Responsabilidade

Quando chega a hora de uma criança ter o seu próprio pet, junto com ele, vem algumas responsabilidades. As pequenas tarefas do dia a dia (como alimentar o bichinho) vão ajudar a criança a adquirir um senso de responsabilidade. Mas não esqueça que é algo novo para a criança, então ela vai precisar da supervisão de um adulto. Com essas responsabilidades a criança também aprende sobre rotina e companheirismo.

  • Fortalecimento da Autoestima e Segurança.

Justamente por ter responsabilidades em relação a outro ser, a criança tem fortalecida também a sua autoestima, entende que é capaz e responsável. É como se aquele animalzinho se tornasse o confidente da criança, um vínculo igualmente importante para a criança sentir-se segura, uma vez que a maioria das crianças sente como se o animalzinho as entendesse como ninguém.

  • Companhia 

Os bichinhos além de serem um tipo de confidente, também estão sempre dispostos a brincar (especialmente filhotes), a criança encontra neles um companheiro para brincadeiras e outras atividades. Eles ajudam até mesmo a tirar as crianças do foco na tecnologia, proporcionando maior interação social e também maior movimentação física.

  • Socialização

Um animal de estimação é um facilitador social, ajuda a criança a fazer novos amigos, estudos comprovam que as crianças que cresceram em um lar com animais de estimação possuem maiores aptidões sociais, como adultos serão socialmente mais competentes.

  • Fortalecimento da Imunidade

Devido à maior exposição à bactérias e à sujeira, o sistema imunológico da criança que cresce com um animal de estimação tende a ser mais forte, diminuindo assim os riscos de resfriados, alergia a alimentos, asma, problemas estomacais e dores de cabeça.

De qualquer forma, precisamos estar atentos ao outro lado dessa moeda, existem diversas zoonozes (doenças transmitidas por animais) às quais a criança fica vulnerável através do contato excessivo com animais, como a raiva, a toxoplasmose e as micoses. O segredo, como em todas as coisas, é a moderação!

  • Desenvolvimento Cognitivo

A própria medicina utiliza de terapias com cavalos e cachorros no tratamento de crianças e adultos com problemas cognitivos, deficiências múltiplas e transtornos emocionais. Além disso, quando a criança precisa aprender mais sobre o seu bichinho, é despertada a curiosidade e o interesse em aprender. Existe inclusive a modalidade Educação Assistida por Animais (EAA) que tem objetivos pedagógicos, onde o animal interage com o objetivo de motivar a criança a adquirir o aprendizado.

Como pudemos ver, são diversos os benefícios dessa relação da criança com o animal, e assim, muitas famílias optam por iniciar com um peixinho ou um hamster e quando a criança vai crescendo e já pode assumir uma responsabilidade maior, então passam para um filhotinho de cão ou gato. O importante é entender qual é a realidade de sua família e quanto tempo podem investir no cuidado de um PET, assim sua escolha será mais fácil. 

 

Comunidade Materna
Comunidade Materna
Comunidade Materna Seguir

Redação Comunidade Materna

Ler matéria completa
Indicados para você