[ editar artigo]

6 semanas de gravidez

6 semanas de gravidez

4 semanas após a concepção

Bebê (Embrião) Com 6 semanas o bebê tem o formato que lembra um “S” e tem o tamanho aproximado de 1 cm. O desenvolvimento da base da medula espinhal e do sistema nervoso já começou. As extremidades do tubo estarão desenvolvidas no final dessa semana.

O coração do bebê já está batendo

Nessa fase, o coração tão pequeno já começou a bombear o sangue. A frequência cardíaca do embrião ronda os 150 batimentos por minuto sendo mais elevada que a do adulto.

A maioria dos órgãos estão em desenvolvimento

O pequeno embrião já tem cérebro. Pontos pretos aparecem nas laterais do rosto, é a formação dos olhos. No meio uma discreta saliência que se tornará o nariz. Ouvidos, boca, língua, maxilares, as maçãs do rosto e do queixo começam a se desenvolver. Nessa fase, o fígado e o coração juntos tem o tamanho da cabeça do embrião. O desenvolvimento nessa fase é muito rápido.

Os braços e pernas são pequenas saliências como se estivessem brotando, é o início do desenvolvimento do membros superiores e inferiores. Eles começam como protuberâncias, duas na parte superior e duas na parte inferior. As células de cima dirão às células de baixo para se dividirem, crescerem e assim começam a empurrar os primeiros membros para fora. Essa transformação acontece por mais 4 ou 5 dias, aparecendo pequenas "pétalas" nas extremidades formando os dedinhos das mãos e dos pés.

O pulmão é o último órgão a amadurecer

Cada um dos pulmões são como tubos individuais e se transformarão em estruturas parecidas com sacos. Eles vão continuar a se desenvolver ao longo dos próximos meses, ficando totalmente maduros após as 37 semanas, bem no finalzinho da gravidez. O pulmão é o último órgão a amadurecer.

O pré-natal é fundamental

Se ainda não marcou consulta com seu ginecologista, marque! O pré-natal é fundamental para acompanhar do desenvolvimento do bebezinho que está a caminho, e cuidar muito bem da mamãe, para que ambos passem os 9 meses com tranquilidade e segurança.

Alterações no corpo da mamãe

 

 

O corpo da gestante começa a se modificar para nutrir o bebê e já se preparar para a amamentação. Os seios ficam mais cheios devido a alterações hormonais. Os mamilos ficam mais visíveis e a tensão mamária aumenta.

O enjoo matinal já é uma companhia em qualquer hora do dia e as náuseas aumentam, você deseja alguns alimentos enquanto a lembrança de outros levam você ao banheiro. Esse é um período critico de desenvolvimento do bebê, então evite a ingestão de álcool, remédios, drogas, tratamentos estéticos (colorir cabelo, permanente, alisamento). Tenha uma alimentação balanceada, sem gorduras, rica em proteínas e carboidratos. Beba muito líquido, principalmente água.

Alguns aromas podem aumentar os enjoos, como café, perfumes, creme de barbear, sabonete, suor, enfim... Tente evitar esses cheiros que causam mal estar.

A ansiedade nessa fase toma conta. Com certeza a futura mamãe já está ansiosa para contar para todos a novidade. Alguns pais tem receio sobre o aborto e preferem esperar até que este risco tenha passado. Não importa como ou quando vai contar a respeito da gravidez, mas lembre-se, faça disso um evento especial.

Se a futura mamãe sentir cólicas fortes, sangramento, perda de secreção de cor marrom escuro ou coágulos de sangue, procure imediatamente um médico. Nem toda cólica ou um pequeno sangramento é sinal de aborto, entretanto esses são sintomas que devem ser comunicados ao médico. 

 

 

 

 

Comunidade Materna
Comunidade Materna
Comunidade Materna Seguir

Redação Comunidade Materna

Ler conteúdo completo
Indicados para você